Antecipe-se e forme-se em profissões que ainda não existem

mercado de trabalho aprendum


Sabemos para que estudamos mas, realmente, conhecemos em que vamos trabalhar? Nos formamos para profissões que estão desaparecendo pela falta de demanda real do mercado. O mais provável é que muitos de nossos filhos trabalhem em profissões que ainda estão para se desenvolver e aqui trazemos algumas chaves para que você não fique para trás.

Será vital ter domínio de idiomas, existirão desenhadores de drones, politólogos, nanomédicos... Profissões, em sua maioria, centradas em setores de forte impacto tecnológico e/ou economia verde. Conheça as 10 profissões do futuro, ainda que existam muitas mais. Empregos que em muitos casos te parecerão estranhos mas onde, te garantimos, logo estrão buscando especialistas.

Growth Hacker
O Social Mídia e o Community Manager atuais perderão a importância frente ao novo perfil de profissional que, de fato, já está começando a se impor sobre no mundo das startups. O Growth Hacker é a evolução do community manager. Se trata da combinação de analítica, criatividade e curiosidade enfocada no crescimento de usuários. Não se central tanto nas ferramentas, como no modo de atacar um mercado concreto. Este profissional deve contar com conhecimentos técnicos e de marketing para encontrar e otimizar o conteúdo, além de torna-lo viral. Busca pela fidelização dos clientes e é o que irão demandar todos os negócios digitais.

Engenheiros e/ou técnicos de realidade aumentada
Supera a realidade virtual já que permite uma visão ampliada de forma digital, que percorre o mundo virtual para o real. Isso através da sobreposição de imagens no ambiente virtual, que oferece ilusão ou mesmo uma realidade virtual. Ou seja, ela adiciona informação virtual aos dados físicos já existentes e suas aplicações são inumeráveis. Já se usa na educação, museus, exibições, parques temáticos... Por exemplo, realizando restaurações de espaços. Seu uso já começou também no turismo e na televisão lá nos Estados Unidos. O emprego desta técnica também já está no mundo da arquitetura e da indústria. Todos conhecemos os óculos de realidade aumentada, ainda que seus uso ainda está longe de estar estendido, mas a realidade aumentada terá, além disso, novas aplicações na medicina. Relacionando toda a cultura do ecológico e da economia verde surgirão novas oportunidades profissionais. Indicam que, a partir de 2020,  poderiam aparecer profissionais como o agrochef, uma mistura de cozinheiro com agricultor ecológico. A tendência não está só orientada a forma de cozinhar, se não a criar uma experiência completa comprometida com o meio ambiente e, a se possível, tudo no mesmo lugar.

Biotecnologias
As aplicações e novos mercados em material de biotecnologia são incontáveis. Segundo a revista Forbes, será uma das profissões mais demandadas já que os profissionais desta área estarão encarregados de dar respostas a muitos de grandes desafios dos futuro relacionados, entre outros, com a produção e transformação de alimentos ou mudanças climáticas.
Engenheiros de robótica e domótica
A domótica já é uma tendência mas, cada vez mais, se democratizará e chegará a mais pontos da casa. Os encanadores, eletricistas, carpinteiros e demais profissionais relacionados com a construção, devem se adaptar a esta realidade e ser capazes de implementar esta nova tecnologia e aparelhos. Além disso, serão necessários engenheiros capazes de desenhar e desenvolver todos os equipamentos.

Construtor de veículos alternativos
Os carros híbridos e elétricos precisarão ser abastecidos. Além disso queda do petróleo será evidente e os motores que utilizam energia renováveis terão que prosperar. Junto a isso, serão fabricados meios de transporte com materiais alternativos, como os nanotubos de carbono, uma tecnologia que permite criar veículos mais resistentes e leves.

Nanomedicina
As novas tendências têm uma escala molecular. O nanomédico será o encarregado de aplicar a nanotecnologia à medicina. Seus usos? Reparação de tecidos, tratamentos individualizados de oncologia, nanosistemas farmacológicos e muito, muito mais.

Educador digital
As tecnologias da informação terão tal impacto nas aulas (muito além dos quadros digitais) que os professores e educadores deveriam  se adaptar completamente neste ambiente mais tecnológico. Farão que os menores cresçam em ambientes tecnológicos e, o que é mais importante ainda, ajudarão aos mais velhos a superar a brecha digital já que tudo será realizado em ambientes online.

Geriatria e gerontologia
Crescerá o número de assessores, técnicos sanitários e auxiliares especializados em geriatria e gerontologia. Em uma população cada vez mais envelhecida estes profissionais serão demandados e não só para prestar atenção sanitária, também para assessorar pessoas da terceira idade em temas psicológicos, dietéticos, legais....

Este são alguns exemplos dos perfis mais demandados, porém se falamos de atitudes podemos informar que triunfarão aqueles que saibam trabalhar em equipe e se adaptar a ambientes multidisciplinares. Aqueles que compreendam e saibam desenvolver, ou melhor ainda, se antecipem às necessidades de cada projeto. Em Aprendum tratamos precisamente de adiantar as tendências do futuro para te oferecer uma formação de qualidade com a qual possa se reclar e/ou te atencipar ao que pode vir. Seguiremos te contando todas as novidades!