7 Razões para aprender Mandarim



O mandarim se tornou língua nacional da China em 1956 e hoje é a língua mais falada no mundo em número de pessoas, com mais de 800 milhões de falantes nativos e mais de 120 milhões de falantes como segunda língua. Todo mundo sabe que o alfabeto mandarim não é nada simples e que para aprender algumas palavras em mandarim deve-se fazer um esforço considerável. Então será que vale a pena estudar este idioma?

Nós listamos 7 razões para estudar mandarim:
  1. O Mandarim é a segunda língua estrangeira mais estudada do mundo
    A primeira língua estrangeira mais estudada no mundo é o inglês. Logo depois está o mandarim. De acordo com o governo chinês, 30 milhões de pessoas estão aprendendo chinês ao redor do mundo.
  2. Hoje em dia há poucos profissionais que falam português e chinês.
    Várias empresas brasileiras têm como objetivo contar com profissionais qualificados para trabalhar e manter relações comerciais com a China. Para isso conhecer o mandarim é fundamental.
  3. A China é a segunda maior potência econômica do mundo.
    Hoje, os EUA são a maior economia do mundo com um PIB estimado em mais de 18,12 trilhões de dólares. A segunda é a China com um PIB estimado em 11,21 trilhões de dólares.
  4. A China poderá se tornar a maior potência econômica do mundo até 2030.
    Segundo estimativas do Banco Mundial, o crescimento econômico da China durante os próximos anos fará com que a economia chinesa ultrapasse a dos EUA até 2030.
  5. A economia chinesa influencia fortemente o mercado global.
    Depois da crise do sistema financeiro ocorrida em 2008, a China foi responsável por mais de 60% da recuperação da economia mundial.
  6. A China é um enorme mercado de exportação.
    A China é um país de proporções continentais e que tem a maior população do mundo. Devido a isso, o mercado consumidor da China é um dos mais atrativos do mundo, com mais de 500 milhões de clientes potenciais que compram nos mais diversos setores.
  7. A China é o principal parceiro comercial do Brasil.
    Em 2014, as exportações brasileiras para a China somaram US$ 40,6 bilhões, enquanto as importações de produtos da China chegaram a US$ 37,3 bilhões, gerando um fluxo comercial de US$ 77,9 bilhões.

Com todo esse potencial econômico, não são poucas as empresas brasileiras com interesse em se relacionar economicamente e conseguir fornecedores da China. Também não são poucas as empresas chinesas que têm interesse em fazer negócios com o Brasil.
Por isso, cada vez mais empresas se interessam por funcionários que dominem o idioma mandarim.

E você? Já está convencido a começar a fazer aulas de mandarim?
A Aprendum oferece essa ótima opção de curso de mandarim online para ser cursado em 6 ou 12 meses. Uma ótima opção para aumentar suas possibilidades no mercado de trabalho!